Saco de pão, epitáfio e Mário Quintana. Ou um antídoto para TPM

(Do antigo blog Apagar Histórico)
Eu queria apenas um pão quentinho com manteiga, mas ganhei um pouco mais que isso. Ganhei o domingo, por causa da sacola da padaria. Um texto despretensioso, meio batido já, quase brega, serviu como alerta para que eu prestasse atenção à minha irritação aparentemente sem motivo.
Afinal, que motivo alguém teria pra já acordar irritada, em pleno domingo? O fato é que eu acordei assim, com um humor péssimo. E foi como se a poesia na sacola de pão me falasse: deixa de ser otária!
Taí a sacola, que não me deixa mentir. E, logo abaixo, o texto completo. Pode ser um puxãozinho de orelha pra você também. Ou um incentivo, quem sabe?
poesia
“Se algum dia eu soubesse que nunca mais veria você eu lhe daria um abraço mais forte. 
Se eu soubesse que seria a última vez a ver você eu lhe daria um beijo e o chamaria para dar mais um. 
Se eu soubesse que seria a última vez a ouvir a sua voz eu gravaria cada movimento e cada palavra, para revê-los depois todos os dias. 
Se eu soubesse que seria a última vez que eu poderia parar mais um ou dois minutos para dizer-lhe: “Gosto de você..!!!!” …eu diria, ao invés de deixar que você presumisse. 
Se eu soubesse que hoje seria o último dia a compartilhar com você… o sentiria muito mais intensamente em vez de deixá-lo simplesmente passar. 
Sempre acreditamos que haverá o amanhã para corrigir um descuido… para ter uma segunda chance de acertar. Será que haverá uma chance para dizer: “posso fazer alguma coisa por você”? 
O amanhã não é garantido para ninguém, seja para jovens, ou mais velhos, e hoje pode ser a última chance de abraçarmos aqueles que amamos. Então, se estamos esperando pelo amanhã, por que não agirmos hoje? 
Assim, se o amanhã nunca chegar, não teremos arrependimentos de não termos aproveitado um momento para um sorriso, para um abraço, para um beijo, uma gentileza, porque estávamos muito ocupados para dar a alguém o que poderia ser o seu último desejo. Abracemos hoje aqueles que amamos, sussurremos em seus ouvidos, dizendo-lhes o quanto nos são caros e que sempre os amamos. 
Encontremos tempo para dizer:
– Desculpe-me. Perdoe-me.- Obrigado. Eu perdoo você… 
Sempre há tempo para amarmos e se não houver amanhã, também não haverá remorsos de hoje para carregarmos.”
*
É isso. Não sei quem é o autor e, pra falar a verdade, nem gostei tanto da forma como foi escrito. Gostei da mensagem. E a carapuça serviu pra mim. Pra encerrar, que tal um trechinho de Mário Quintana?
*
mário quintana
“A vida são deveres que trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira…
Quando se vê, já terminou o ano…
Quando se vê, passaram-se 50 anos!
Agora, é tarde demais para ser reprovado…
Se me fosse dada, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada inútil das horas…”
*
Ah, uma coisa vai puxando a outra! Lembrei agora da música do Titãs ‘Epitáfio”. Eu adoro essa música pois ela me lembra o dia em que meu filho nasceu. O pediatra que estava na sala do parto cantava “O acaso vai me proteger, enquanto eu andar distraído..” e acabou contagiando todo mundo. Foi demais! Tem a ver com o assunto de hoje, né? Então vou colocar a letra aqui também.
*
titas“Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer.
Devia ter arriscado mais e até errado mais,
Ter feito o que eu queria fazer.
Queria ter aceitado as pessoas como elas são.
Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído.
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar…
Devia ter complicado menos, trabalhado menos,
Ter visto o sol se pôr.
Devia ter me importado menos com problemas pequenos,
Ter morrido de amor.
Queria ter aceitado a vida como ela é.
A cada um cabe alegrias e a tristeza que vier.
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído.
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar…

Agora acabou. 😉

Oba! Comentários são uma alegria!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s