Festa da Penha – A romaria que une mais de cem mil fiéis

De repente eu me vi caminhando pelas ruas das cidades com cem mil pessoas ao redor. Catorze quilômetros, bastante coisa. Na primeira vez em que participei da Romaria dos Homens, levava a certeza absoluta de que não conseguiria chegar ao final.

A caminhada longa é o ponto alto das inúmeras homenagens feitas para Nossa Senhora da Penha, padroeira do Espírito Santo. Os romeiros saem da catedral, no Centro de Vitória, e seguem até o convento, em Vila Velha, município vizinho.  romeiros na Catedral

Já antecipo o final da história, me vangloriando por ter conseguido. E foi mais fácil, mais bonito e mais emocionante do que eu imaginava.

A procissão, que inicialmente era composta apenas por homens, hoje poderia facilmente ser chamada de romaria das famílias. Há muitas mulheres, crianças… Vi grávidas, de barrigão mesmo, pais e mãe puxando seus filhos pequenos, carrinhos de bebês.  Velas nas mãos, pedidos e agradecimentos no coração. Fiquei comovida várias vezes durante o percurso.

Fiz a caminhada outras três vezes depois disso. Na última levei, além do marido, o filho de 10 anos. Olha a gente aí, com camisas da mesma cor pra ninguém se perder.

romaria dos homensO Gabriel reclamou um pouquinho da perna cansada, assim como os adultos reclamaram, mas chegou ao Convento da Penha direitinho. E ficou bem empolgado com a possibilidade de passar a pé por lugares onde só havia passado de carro, como a segunda ponte.

segunda ponte

O dia de Nossa Senhora da Penha é uma data móvel, segunda, sempre oito dias depois do domingo de páscoa. A festa é o terceiro maior evento religioso do país em número de fiéis (os primeiros são a festa de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo, e o Círio de Nazaré, no Pará). Na semana que antecede o dia da Padroeira do Espírito Santo, os fiéis participam do oitavário, com missas diárias e confissões no Convento. Também acontecem as romarias: a dos homens, dos cavaleiros, dos militares, dos motociclistas, das mulheres e dos ciclistas, além da procissão marítima.

Nós já nos programamos para a Romaria dos Homens deste ano (sábado, dia 26/04/14). E, para quem também pretende fazer a caminhada, ficam as dicas:

Nossa Senhora da Penha

– Pegue um táxi ou ônibus para chegar ao ponto de partida, a Catedral de Vitória. Lembre-se que a chegada é em outro município e fica complicado voltar para buscar o carro. Planeje a volta pra casa.

– Use sapatos confortáveis. É claro que vamos sugerir um bom tênis, mas há muitos fiéis caminhando de sandálias e até descalços. O percurso é feito na rua, asfalto puro.

– Vista roupas confortáveis e que sejam indicadas para um evento religioso. Por respeito, evite short muito curto ou blusa decotada demais.

– Se for levar crianças (pense bem) capriche na roupa bem chamativa, escreva um telefone de contato e coloque no bolso, e esteja preparado para a possibilidade de carregar o pequeno no colo.

–  Quanto menos coisa, melhor.  É legal levar uma garrafinha de água, talvez um chocolate… mas, não se preocupe, durante a maior parte do percurso há ambulantes comercializando água, outras bebidas e alimentos como cachorro-quente e churrasquinho.  Leve dinheiro trocado pra facilitar. Ah, durante a caminhada muitos moradores ficam nas calçadas incentivando os romeiros; alguns distribuem água e pães.

– Há pessoas que caminham sozinhas, grupos grandes, famílias, casais. Não se sinta deslocado ou impedido de caminhar se não tiver quem acompanhe.

– Caminhe no seu ritmo.  Meu tio Tonico, por exemplo, costuma chegar mais de uma hora na nossa frente.

– Se ficar incomodado com aglomerações, evite ficar perto da imagem da Santa.

– Respeite o seu limite. É muito especial chegar ao Convento (e há uma missa depois), mas sempre é possível desistir no meio do caminho e pegar um táxi.

– Pra entrar realmente no clima, leve uma vela.  Fica tão lindo!

camisas amarelas

“Ó Maria Santíssima, Senhora da Penha, em cujas mãos depositou Deus todos os tesouros das sua graças, constituindo-vos amorosa e larguíssima dispensadora, a todos os que a vós recorrem com viva fé. Eis-me cheio de esperança no vosso eficacíssimo patrocínio, solicitando, humildemente, vossa proteção e amparo. Não negueis o vosso favor, ó cara Mãe, a este amoroso, embora indigno filho. Recordai-vos, ó Senhora da Penha, que nunca se ouviu dizer que algum dos que em vós tem depositado toda a sua esperança tenha ficado iludido. Consolai-me pois, ó amorosíssima Senhora, com vossas graças que tão instantemente peço, a fim de continuar a honrar-vos na terra, com meu cordial reconhecimento até que possa, um dia, no céu, mais dignamente agradecer-vos todos os benefícios recebidos, nos séculos dos séculos. Assim seja.

Obrigada por passearem com a gente. E até a próxima!

15 comentários sobre “Festa da Penha – A romaria que une mais de cem mil fiéis

Oba! Comentários são uma alegria!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s