O Trem das Montanhas Capixabas

 

 

 

 

AraguaiaEra um passeio que eu queria fazer havia tempo: de trem pelas montanhas capixabas. Meu companheiro na viagem tão esperada foi o Biel, meu filho que tem dez anos.  Partimos na expectativa de um sábado  diferente e divertido.

A litorina sai de Viana, município da Grande Vitória, aos sábados, domingos e feriados, e segue em direção a Domingos Martins e Marechal Floriano. Durante o percurso, faz algumas paradas rápidas. Uma guia vai contando um pouco da história do Espírito Santo, da colonização, dos municípios…  Estação Viana    foto na janelaO pequeno vagão segue lentamente, no máximo 27 km/h. Gostei de cara do trilho, ops, da trilha sonora, com músicas que mencionam trens.

“sou caipira, pira pora, nossa Senhora de Aparecida, ilumina a mina escura e funda, o trem da minha vida…” (Renato Teixeira)

Pelo caminho há trechos bem bonitos, com vegetação exuberante, o rio Jucu, pontes de ferro, túneis (o trem fica totalmente escuro) e tudo o mais. Só que a janela não abre e eu fiquei um pouco agoniada, tendo que ver tanta coisa linda através dos vidros (vimos inclusive um grupo de aventureiros fazendo rapel e pêndulo pertinho da linha do trem).  trem das montanhas           aventureiros

A primeira parada é no Vale da Estação, em Domingos Martins. Cinco minutinhos apenas. Não dá pra conhecer o lugar, mas você pode aproveitar para comprar biscoitos, doces e geleias. Experimentei o Crispim, que é um biscoito com goiabada, redondo, quase um casadinho, bem crocante por fora. Delícia.

Biscoito Crispim      Vale da estação      Vale da estação

“se eu perder esse trem, que sai agora as onze horas, só amanhã de manhã”. (Adoniran Barbosa)

Todo mundo de volta à Litorina e começa o serviço de bordo. Biel se empolgou, imaginando o que haveria dentro da caixinha, e ficou meio decepcionado: biscoito salgado, wafer, bombom e um refrigerante ou água. A minha decepção foi a de não ver produtos capixabas (logo que o passeio foi lançado os produtos eram aqui da terrinha, mas não sei se faltou apoio…)

Serviço de bordoSegunda parada: Marechal Floriano. Novamente cinco minutos, para que os passageiros vejam o artesanato local. As estações são bonitinhas, bem cuidadas, com banheiro, mas não dá pra conhecer nada além delas.

“Só me dará prazer se viajar contigo. Até nascer o sol, seguindo no trem azul.” (Roupa Nova)

Marechal FlorianoDSC02215 Nesse ponto do passeio, Biel já estava impaciente. Tive que concordar que para as crianças que estão sem companhia da mesma idade é um pouco entediante. Minha sugestão é levar papel, caneta, revistas e brinquedos. 

“Ói, ói o trem. Vem surgindo detrás das montanhas azuis. Olha o trem”     (Raul Seixas)

A parada em Araguaia, já Marechal Floriano, é a que dura mais tempo, uma hora para que os passageiros possam almoçar. O almoço não está incluído no pacote e é no único restaurante do local (de acordo com a guia), um lugar simples, mas bem organizado. Araguaiatrem araguaia

Por perto há uma lojinha onde é possível comprar artesanato e sorvete caseiro (bem gostoso mesmo); a Casa Rosa – um museu particular que não visitamos porque Biel já estava inquieto (me arrependi depois, dizem que é muito legal), e um Centro Cultural que reúne objetos doados por famílias da região e conta um pouco da história da colonização do Espírito Santo.

“Você pega o trem azul. O sol na cabeça. O sol pega o trem azul…”                          (O Clube da Esquina)

Casa RosaCentro CulturalLoja artesanatoCentro Cultural

 

 

Amigos!

É possível comprar apenas passagem de ida ou de volta, por isso as paradas são as mesmas no retorno. Preferi não descer da litorina novamente. Biel já havia feito amizade com dois outros meninos da idade dele e estava feliz da vida.

Na minha humilde opinião, o passeio na litorina é interessante para: pessoas que nunca andaram de trem (o que não era o nosso caso); grupos grandes de amigos bem animados; casais de namorados bem em início de namoro; pessoas que buscam um pouco de sossego; passageiros que vão pernoitar em um dos destinos, para ir e voltar em dias diferentes; excursões com guia e programação próprios.

“O trem que chega é o mesmo trem da partida… A hora do encontro é também despedida. A plataforma desta estação é a vida.” (Milton Nascimento)

É para pensar duas vezes: quem procura animação (não há); quem está com apenas uma criança; fotógrafos (janelas fechadas e pouco tempo de parada); e para quem quer realmente conhecer as belezas do Espírito Santo.

 Marechal FlorianoViana trem

Se você não mora no ES e tem apenas um ou dois dias para visitar a região, a minha sugestão é que, depois da viagem de trem, alugue um carro e faça passeios com mais calma, parando em outros pontos, com tempo para conversar com a população, visitar o comércio e as fábricas caseiras de delícias. É uma região belíssima!

Deixando claro, gente, que essa é apenas a nossa opinião. Leve em consideração que moramos no ES, que sempre viajamos de trem para a casa da vovó, e que a nossa (minha, principalmente) expectativa era grande demais.

Outros blogs capixabas falam sobre o Trem das Montanhas, dê uma passadinha por eles também.  A Melissa, do Descortinando Horizontes, dá a melhor explicação de COMO CHEGAR à estação de Viana. O Tiago, do Rotas Capixabas, fala mais detalhadamente sobre parte histórica (ele ficou apaixonado pela Casa Rosa).

Serviço:

Saída aos sábados, domingos e feriados.  A estação de trem de Viana fica na Rua Coronel Viana Pimentel, s/nº, Centro.

O passeio no Trem das Montanhas Capixabas é um produto Serra Verde Express, empresa que faz passeios de trem em outras regiões do país. No site você encontra informações sobre valores, horários e datas.

O VIAGEM MASSA recebeu cortesias da BWT operadora, que também organiza outros passeios, que parecem ser maravilhosos: pesca oceânica em Vitória, rafting nas montanhas, E três dias em Pedra Azul.  Muito obrigada pelos convites! 

Obrigada por passearem comigo e com Biel. E até a próxima!

19 comentários sobre “O Trem das Montanhas Capixabas

  1. Fiquei um pouco decepcionada !! Pois o que todo mundo que não ´w rico espera, é que as pessoas informem ou sugiram nome e endereços de pousadas e o principal ” preços ” “” Preços de pousadas, telefones e nomes, e se possível valores de diárias, do trem que passou…Tudo muito lindo, e muito vago, superficial. Que pena, não fiquei sabendo se quer, se no município do templo existem posadas, e uma média de preços.para quem ” preços” não é um obstáculo, é so por o pé na estrada com seu carrão e pronto !! Mas pra quem não tem carro, não é Classe média alta, rico, ou tem marido rico, foi uma frustração. Abraço.

    Curtir

    • Oi Patrícia. Que pena! O Viagem Massa é um blog onde contamos nossas experiências pessoais. Em posts de pousadas que ficamos e que já escrevi há todas as informações sobre o local. Acho que o que você procura é a consultoria de um agente de viagens. Eu também não entendi o que seria “o município do templo”. Como seu comentário foi um pouco geral demais, não sei nem o que responder pra te ajudar. Espero que encontre o que procura em outro local. Há excelentes blogs Capixabas. Um abraço e boa sorte!

      Curtir

  2. Ótimo post, Elaine!
    Nossas impressões foram bem parecidas. Eu também fiquei um pouco decepcionado com o passeio, principalmente com essa limitação de tempo. Mas achava que, para as crianças, o passeio era mais divertido. Pelo visto, só é divertido quando se tem companhia pra bagunça, né? ehehehe
    De fato, pra quem é de fora, acho que o passeio não faz jus às belezas das nossas montanhas. Mas, para nós, capixabas, é uma oportunidade de conhecer um pouquinho mais da nossa história.
    Abs

    Curtir

  3. Que passeio gostoso, Elaine e Biel! Uma boa maneira de conhecer ou mostrar como é bonita a região serrana do ES!
    Meu pai era mineiro e eu sempre viajava de trem para Governador Valadares (MG). No Brasil, há algo de nostálgico em viagens de trem, enquanto que aqui na Europa as linhas férreas representam uma necessidade de transporte vital para os países.
    Abs e bom fim de semana!

    Curtir

Oba! Comentários são uma alegria!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s