Dicas para não passar mal durante o voo. Pode soltar pum?

Acaba de ser comprovado por pesquisas: soltar gases durante o voo faz bem para a
saúde. É sério.  Médicos europeus (teria começado na Dinamarca) garantem que é preciso liberar o ar, já que as mudanças de pressão no sistema digestivo provocam um aumento no desconforto.  Ficou constrangido? Saiba que a medida ajuda a evitar dor, inchaço, indigestão e queimação, entre outros sintomas. pum
Eu estou torcendo muito para que tudo não tenha passado de brincadeira, apesar de a notícia ter sido divulgada em vários sites conceituados. Não consigo imaginar uma viagem tranquila, se todo mundo resolver ficar à vontade, contaminando o ar com a desculpa de recomendação médica!   Na dúvida, eu peço: bom senso, por favor. Quando precisar se sentir mais leve, aproveite para fazer uma caminhada até o banheiro.

Aliás, essa é uma das recomendações mais importantes para garantir uma viagem sem contratempos.  Médicos recomendam que os passageiros levantem e caminhem sempre que possível para evitar a “trombose do viajante”, principalmente em voos longos, com duração maior que quatro horas.  Se não der para andar pelo corredor, faça exercícios sem sair do lugar: gire os pés, erga os calcanhares, faça movimentos circulares com ombros e cabeça, contraia e relaxe os músculos.

meia de compressão Roupas e sapatos apertados demais também são, além de um desconforto, um risco. O corpo tende a inchar durante o voo, piorando a situação. Meias de compressão são indicadas, mas eu tenho agonia. Por falar em conforto, deixe um casaquinho ou uma echarpe sempre por perto.

Chiclete pode ajudar a amenizar a pressão no ouvido. Para as crianças menores, deixe a
Biel e o chicletemamadeira para aquele momento estratégico, quando a pressão começar a incomodar.

Aposte em refeições mais leves e evite as bebidas alcoólicas.  Abuse dos sucos naturais e da água mineral, antes, durante e depois, para evitar a desidratação. E lembre-se: a sede é o sinal de que o corpo já está sofrendo pela falta de liquido. Também por causa do ressecamento, é melhor não viajar de avião com lentes de contato e usar um bom hidratante em todo o corpo.

sacoSe tem tendência a enjoos, evite ler ou manter a cabeça baixa. Se estiver claro, a dica é deixar os olhos fixos no horizonte.  Não sei se vale pra todo mundo, mas aqui em casa o gelo sempre funciona. Pedimos um copo à aeromoça e consumimos aos poucos.  Mais uma dica: os assentos que ficam perto da asa são os que sofrem menos turbulência.

A Câmara Técnica de Medicina Aeroespacial do Conselho Federal de Medicina defende que pessoas com doenças respiratórias como pneumonia, asma brônquica, enfisema pulmonar e sinusite devem evitar as viagens de avião.  Se não houver jeito, é preciso analisar com o médico a necessidade de um suporte de oxigênio.  Não preciso mencionar as doenças contagiosas, né? Além do risco de contágio, há o de complicações do quadro.

De acordo com o CFM, pacientes com complicações cardiovasculares devem esperar a recuperação. Para um infarto, por exemplo, esse prazo é de três semanas no mínimo. Pacientes com angina instável, taquicardia não controlada, e insuficiência cardíaca grave não podem voar. No portal da CFM estão os prazos estipulados para outros problemas de saúde e também para gestantes, pacientes com cirurgias recentes e transtornos psiquiátricos.

Em relação aos medicamentos, é importante levar todos à mão, de preferência com a receita médica e os horários e dosagens. Antes de embarcar, verifique se a mudança de fuso afeta o horário de consumo do medicamento.

Viu só? Alguns cuidados básicos e a viagem fica mais agradável e segura. E que fique claro: não concordamos de jeito nenhum com essa história de incomodar os outros passageiros para se sentir mais confortável. Cheirinho no avião, nem de perfume importado.

Obrigada por passearem comigo. E até a próxima!

10 comentários sobre “Dicas para não passar mal durante o voo. Pode soltar pum?

  1. Estou gravida de 3 meses e pretendo viajar para a china esta semana. a medica disse que não há nenhum problema, e eu também não tenho nenhuma doença. tenho 30 anos e so viajei de avião quando tinha 3 e quase não comi nada, so enjoei. como sera que vai ser, são 8 horas descer fazer a escala e voltar a subir outro avião de mais 8 ou 9 horas. alguma outra dica para dores de cabeca e ouvido?

    obrigada pelas dicas dadas, as chicletes vou levar de certeza, pedirei gelo e beberei muita agua hehhehe

    Curtir

    • Oi Vanda! Que viagem massa você vai fazer, hein? Bom, se a médica disse que não há problemas, tenho certeza que vai dar tudo certo. Seguindo as dicas do post, acho que já vai amenizar bastante a dor no ouvido e uma possível dor de cabeça: alimentação leve, muita água, não ler de cabeça baixa, tentar dormir um pouquinho, mascar chiclete. Ah, temos uma dica de família, além do gelo, em caso de enjoo. Não é cientificamente provado, mas com a gente funciona: leve um limão e raspe um pedacinho da casca, pra cheirar. Se estiver com muito enjoo, vale chupar o limão ;). Tá, não é muito bonito chupar limão no vvo, mas é melhor que colocar tudo pra fora, né? Um abraço, boa viagem pra você e seu bebê! Depois me conta como foi.

      Curtir

Oba! Comentários são uma alegria!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s