Como escolher o melhor parceiro de viagem (tem dica valiosa, mas no fundo é uma desculpa pra fazer declaração de amor)

Adoro viajar sozinha.  Me considero uma boa companheira de mim mesma. Gosto da liberdade de fazer o que quiser, ir aonde eu quiser, na hora em que eu bem desejar.  E até não fazer nada, se houver tempo pra essa preguiça descompromissada.  Gosto das pessoas incríveis que acabo conhecendo  (hostel é uma maravilha neste caso), dos novos amigos que faço e que muitas vezes até se encaixam nas  viagens futuras.

jaouropreto Mariana São Paulo

Mas esse texto é sobre o prazer de viajar acompanhada. Um por do sol incrível, um jantar especial, um show…  tem coisa que ganha muito mais graça se você puder dividir.  Escolher a sua companhia de viagem é quase tão importante quanto escolher o destino.  Tem gente que transforma qualquer lugar em paraíso, que consegue rir dos problemas, que busca soluções em vez de reclamar de tudo, que dá as dicas ou tem o prazer de descobrir junto. Já ouvi dizer que você só conhece realmente uma pessoa depois de viajar com ela. E que a primeira viagem de um casal pode ser determinante para o futuro (ou não) da relação.

MPicchu mariana porto Seguro

Tem coisa que você pode analisar:

– Seu parceiro de viagem tem a mesma condição financeira que você?  Ou um vai almoçar no bistrô caríssimo da moda e o outro no Mc Donalds? Um vai pra balada caríssima e o outro para um evento alternativo, gratuito de preferência?

– Seu parceiro de viagem tem o mesmo nível cultural que você? Não? Corre o risco de ter a visita tão esperada ao Louvre totalmente frustrada (“Jura que eu enfrentei essa fila quilométrica pra ver esse quadrinho  da Monalisa?”)

– Seu parceiro de viagem tem o mesmo pique que você?  Nada mais irritante do que ter que viajar no ritmo de outra pessoa. Você lá, todo animado pra sair, tendo que convencer a pessoa que está cansada demais. Ou você lá, cansada demais, e a outra pessoa na maior animação te forçando a sair.

– Vai viajar com casais? Eles estão na mesma vibração? Aquele casal em início de namoro, completamente apaixonado e que vive se agarrando pelos cantos, pode fazer com que você comece a questionar a, digamos, falta de entusiasmo, no seu relacionamento de anos. E o casal que vive brigando? Se é pra intermediar conflitos, melhor viajar pra Colômbia ou pra Síria!

– Os filhos também vão? Então conforme-se em deixar de lado alguns programas que realmente não são para crianças (eu incluo as compras nesta lista, mas tem gente que se arrisca).  E vá preparado para fazer a vontade dos pequenos também, sem resmungar, mesmo que isso signifique andar horas e horas sob o sol forte na Disney.

– É viagem romântica? Comecinho de relacionamento? Tem coisa que não é bonita, não! Pra não perder o encanto de cara já vá elaborando estratégias para evitar aqueles momentos constrangedores… (preciso citar aqui? Melhor não). Enquanto a intimidade não é maior, melhor todo mundo acreditar que tudo é perfumado (se é que vocês me entendem)!

Acho que uma boa idéia é combinar regrinhas antes da viagem. Que tal independência? Quem quiser ficar, fica. Quem quiser ir, vai. Simples assim.

HopiHari Mpicchu Brasília

Agora eu vou chegar ao ponto principal deste post:

É  que hoje é o aniversário do Jean!  (faça cara de perplexo e se pergunte: minhamãedocéu o que isso tem a ver?!)

Búzios  É que o Jean é o melhor companheiro de viagem que alguém pode ter na vida. Ele topa todas e não está nem aí pra onde estamos indo. Sabe por quê? Porque ele vai tirar o melhor de qualquer lugar onde estiver. Ele sabe enxergar o mundo com olhos bons.  Nós costumamos dizer que temos muita sorte quando estamos juntos,  parece que tudo dá certo! Se atrasarmos por qualquer motivo, chegaremos na hora certinha do evento começar. Se errarmos o caminho, por exemplo, encontraremos algo muito melhor.

Tenis

Hoje eu já sei que às vezes as coisas até dão errado, mas a gente se concentra no que deu certo. Foi assim quando perdemos o carro no estacionamento, no meio da neblina de Paranapiacaba.  Nos divertimos muito tentando encontrar.  

Foi assim no Chile quando nos disseram que a temporada de neve já tinha acabado, mas resolvemos subir o Valle nevado assim mesmo. Foi só chegarmos lá em cima pra começar a nevar!

Foi assim quando chegamos muito atrasados ao Rock in Rio e eu perdi o show que queria ver.  Nem lembro mais qual era, porque ficamos tão empolgados com o Coldplay (que eu nem conhecia) que o outro nem teve importância.

rock    rockinrio

wandoE na virada cultural? Não conseguimos chegar perto de alguns palcos, mas aproveitamos o show do Wando ao máximo e de quebra encontramos uma instalação artística na Catedral da Sé: de madrugada, totalmente escura lá dentro, com sabres de luz por todos os lados e atores declamando em francês, nem sei explicar o que foi aquilo.

Foi assim quando eu estava aos prantos, crente que não viajaria mais pra Argentina por causa de um golpe do site de compras coletivas, e ele disse: arruma sua mala e vamos para o aeroporto. Vamos comprar a primeira passagem em promoção e vamos nos divertir, seja onde for (Lembrei de uma música brega – “Vamos pegar o primeiro avião, com o destino à felicidade…”) .

Buenos   Foi assim no hotel de Ouro Preto, muito mais antigo do que imaginamos, em que as tábuas do chão rangiam sem parar. Nos divertimos tirando fotos na escada como se fosse um filme de terror (ridículo, eu sei, mas foi ótimo).

terror  ouro preto  ônibus

E quando eu cancelei o hotel que achei ruim em Curitiba e esqueci de reservar um hotel novo?  Andamos por horas na chuva, a procura de um quarto numa cidade superlotada, num fim de semana cheio de eventos! Ele no bom humor característico (tenho certeza de que me xingou mentalmente, mas nem deixou transparecer). Quando fomos acampar em Ilha Grande e o nervo ciático dele atacou, fingiu que nem era com ele e fez todas as trilhas pelo mato.

Ilha   Grande  Titanic em Ilha Grande

Não quer dizer que o Jean não se aborreça, nem que não reclame quando é preciso fazer isso. É só que ele não perde tempo se lamentando com o que não pode mudar. É assim nas viagens e também no dia-a-dia. Essa lição eu ainda estou aprendendo.

Chile       Argentina

É por tudo isso e muito mais que hoje eu peço licença a vocês pra fazer deste post uma declaração de amor.

É que eu dei a sorte de encontrar o melhor parceiro de viagens do mundo. E o melhor parceiro de vida também!

Te amo, bonitinho. Feliz Aniversário!!

32 comentários sobre “Como escolher o melhor parceiro de viagem (tem dica valiosa, mas no fundo é uma desculpa pra fazer declaração de amor)

  1. Pingback: Hostel em São Paulo. Três albergues que indicamos | VIAGEM MASSA

  2. vou viajar março ou abril – 2015 só, de carro; saindo de Florianopolis, subindo por Foz Iguaçu, Salta, Jujuy, Villazon, salarUyniu, lagunas, salares, Atacama, Salta, e descendo até Patagonia, e El Calafate nos Glaciares. Busco cias. positivas, será uma viagem simples e buscando natureza, paisagens, culturas, vivencias, aprendizagens. Hostels, albergues, acampar. Tudo com higiene, segurança e conforto.
    interessados – email ; gscuba22@hotmail.com

    Curtir

  3. Pingback: Sobre as passagens em promoção e o estrago no nosso orçamento | VIAGEM MASSA

  4. Sei que estou SUPPERR atrasada em comentar esse post (só li esse agora… foi mal rs), mas tenho que dizer que amei. Primeiro, morro de orgulho da minha irmã que escreve desse jeito que deixa uma vontade de não parar de ler nunca e se fica querendo saber o próximo capítulo. Depois, preciso dizer que o Jean é 10 mesmo. Coração bom, somado a uma disposição invejável só podem dar uma pessoa que cativa todos ao redor. Bjims aos dois! Amo vcs. Beta.

    Curtir

  5. Obrigado Bonitinha! Tudo isso só aconteceu graças a você. Sei que demorei pra me manifestar aqui, mas é que sempre que releio o post, fico emocionado. Quando a gente se reencontrou 20 anos depois, eu te disse já no final do primeiro dia, que você tinha mudado a minha vida pra sempre. Mesmo sem saber o que ia acontecer e nem mesmo imaginar que ficariamos juntos novamente. Mas tenho a certeza, que foi ali, naquele dia que minha vida mudou. Com você aprendi a ver o mundo de outra maneira, aprendi a ser mais feliz, a falar das coisas que gosto, a viver o presente, a dar mais risada e aprendi também que viajar é preciso. Não conseguia entender muito bem isso antes, achava que você era meio doidinha. Hoje eu sei que não tinha mesmo como entender, só viajando pra saber o que é, e sentir essa vontade que a gente fica de por o pé na estrada.

    Você acha que deu sorte? Quem deu sorte fui eu de encontrar a melhor parceira de viajem do mundo!! Mas preciso confessar uma coisa. Todo esse bom humor e essa alegria que falou a meu respeito tem uma explicação. É que não importa o lugar, o meio de transporte, a estação do ano ou o tamanho da aventura. O que me faz mesmo feliz é estar com você!! Adoro estar com você!! Em casa, na praia, no campo, na neve, no céu, no carro ADORO ESTAR COM VOCÊ!!!!!

    Te amo muito Bonitinha. Você me faz muito feliz!!
    Adorei o post e a declaração de amor.
    Quero você pra sempre!!

    Jean Garau

    Curtir

  6. Simplesmente amei! Ri muito na parte da Monalisa, kkkkk.
    E é bom saber que estive presente de alguma forma em dois momentos citados. No show do Rock In Rio, rsrsrs… pelo menos in memorian ao ingresso, hehehe… e em Curitiba. Vc esqueceu de citar que, quando vocês chegam a um restaurante super lotado, coisa surreal, preferem tirar uma foto a reclamar, lamentar ou esperar vagar uma mesa. Foi a nossa chegada ao Madalosso e eu querendo tanto que vcs conhecessem o macarrão ao alho e óleo. Acabou em pizza. hehehehe… Parabéns ao casal! Vocês nasceram um para o outro e tenho certeza, amiga: desde que lhe conheci, este é o seu momento mais feliz. É muito bom amar né? Ainda mais uma pessoa que admiramos e faz tudo do jeito que a gente gosta. Deus abençoe!!!!

    Curtir

  7. Que máximo, adorei este post e os relatos das aventuras (ou desventuras) à dois!
    Graças a Deus tb tenho um maridão assim hiper legal para desfrutar as viagens pelo mundo afora, o que torna tudo sempre mais leve e mais gostosos.
    Parabéns pelo post, diferente, pessoal, mas muito bacana. 😉

    Aquilo dele falar para vc arrumar as malas e ir até o aeroporto quando vc estava triste foi muito legal da parte dele! Mas o que deu? Vcs perderam mesmo a viagem pelo site de compras coletivas? Conta pra gente, assim nos previne de cair na mesma roubada no futuro!

    Curtir

    • Que bom que gostou, Simone! Em relação à viagem… Nos moramos no Espírito Santo e compramos o pacote do groupon. Na véspera da viagem não tinhamos nada nas mãos. A passagem para o Rio, de onde sairia o internacional, já estava comprada e nós decidimos ir para o Rock in Rio e, de lá, pegar o avião com destino à felicidade. 5 horas antes da viagem eles deram um jeito de mandar o voucher! Mas isso só depois de uma mobilização intensa nas redes sociais e na TV (sou jornalista e isso ajudou). A Clarissa do dondeando por aí contou minha história na época. Conseguimos ir pra Argentina e Chile, mas na mochila eu só tinha roupa de calor (achei que ia pegar o avião pra alguma praia…rs)! No final tudo deu certo, mas foi um perrengue!

      Curtir

Oba! Comentários são uma alegria!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s