A deslumbradinha, a frase e o padrão de atendimento capixaba

Sou extremamente curiosa pra saber quem são as pessoas que visitam o VIAGEM MASSA e como elas chegam até aqui. Todos os dias, por exemplo, tenho pelo menos três visitas de Portugal. Todos os dias. Eu sei que pra muitos blogueiros isso é normal, pouquíssimo até, mas ainda estou no comecinho, batalhando os meus leitores, e fico feliz toda vez que confirmo que meus amigos portugueses (que ainda não sei quem são) passaram por aqui.

Sim, sim, eu sou uma blogueira iniciante deslumbradinha e feliz! Ainda tenho que agradecer à pessoa abençoada e cheia de amigos internacionais que compartilhou algum link meu e me trouxe tanta coisa boa. Espero que alguns desses visitantes continuem viajando nessas páginas vez em quando e se apaixonem pelo que existe no nosso país e aqui no meu Espírito Santo.

Também adoro analisar os termos de busca. Geralmente pesquisam Moqueca Capixaba; Morro do Moreno; Socol; Massa, Capixabês… e por aí vai. Hoje a frase foi tão diferente que me inspirou a escrever este post: “capixaba é o povo mais ruim do brasil”, escrita assim desse jeitinho.

A primeira sensação foi de tristeza. Apaixonada pelo Espírito Santo como sou, não me senti confortável de saber que alguém acredita que o nosso povo é o “mais ruim do brasil”.  Depois me coloquei a pensar no que teria provocado essa constatação.
Será que foi uma vítima do tão falado PAC- Padrão de Atendimento Capixaba? É um problema sério por aqui.  

Ainda temos muitos profissionais que não sabem cativar o cliente.  Ficou até mais tarde no barzinho ou prolongou o tempo do jantar, conversando com os amigos? Corre o risco de ser gentilmente convidado a se retirar ou de tomar a saideira enquanto os garçons levantam as mesas e cadeiras.  E os taxistas? O aborrecimento pode começar no aeroporto, com motoristas credenciados e os irregulares que disputar os passageiros no saguão. Já no carro, poucos estão preparados (ou tem paciência) para dar informações corretas ou incentivar o passageiro a visitar os lugares tão bonitos que o nosso estado possui.

Ainda temos limitações graves, mas aos poucos a situação está mudando. E não dá pra generalizar, né? Tem muito lugar de qualidade (e isso não tem a ver necessariamente com o preço cobrado), com atendimento de primeira! E muito taxista gente boa, orgulhoso da terrinha.

Em relação ao povo capixaba não sei dizer. Vivo aqui há tanto tempo que não sou capaz de definir bem nossas qualidades e defeitos. Já ouvi dizer que somos um pouco fechados e bairristas. Já ouvi dizer também que somos hospitaleiros e acolhemos bem quem chega. Sei que somos resultados da soma da nossa cultura (rica, diga-se de passagem) com a influência de visitantes de toda parte. O marido, que veio de São Paulo para cá pouco mais de três anos atrás, disse uma vez que o estado já é meio paulista, meio carioca, meio sulista, meio nordestino… e que sempre fica impressionado com a quantidade de pessoas de outros lugares que escolheram o Espírito Santo como lar.

Adoraria saber quem foi o visitante que acredita que o capixaba é “o povo mais ruim do Brasil” pra saber o que provocou essa impressão tão negativa e mostrar a ele que temos alguns defeitos, sim senhor, mas também somos um povo massa demais…

24 comentários sobre “A deslumbradinha, a frase e o padrão de atendimento capixaba

  1. Existe gente boa e ruim em qualquer lugar do mundo,o que essa pessoa quis dizer no meu entender é que a proporção de pessoas ruins aqui são maiores que as pessoas boas.Enxerga melhor quem está do lado de fora.Às vezes as coisas estão tão inseridas na cultura que quem está dentro não consegue enxergar.

    Curtir

  2. Olá!!! Td bem? Passei uns dias em Guarapari e em Vitória, e amei!!! Sou curitibana, e só quem é de lá sabe como amamos praia, pois Curitiba é normalmente fria e úmida.

    Apesar, infelizmente, não ser muito comum o pessoal do Sul viajar para o Espírito Santo, eu resolvi conhecer esse belo Estado. Enfim, já tinha ouvido falar da fama de “mal educado”dos capixabas. Mas, como curitibano tb não é povo lá muito simpático não dei muita bola.

    Resumo da viagem: povo bonito, praias deslumbrantes, comida MARA, mas educação a desejar…. Fui extremamente mal atendida nos bares, e senti aquele olhar de cima para baixo dos capixabas, e fiquei realmente incomodada. Eu levo uma cidade linda no coração, mas uma má impressão das pessoas e arrogancia no atendimento ao cliente.

    😦

    Curtir

  3. Sou fluminense do interior do RJ e fui ao ES em 2014. Me senti em casa, bem recebido e muito bem orientado. Já antes de conhecer o além Rio Itabapoana já era apaixonado. Me encantei ainda mais. Falta de educação tem nas favelas do Rio,ãna Avenida Paulista, no Tororó, no Teatro Amazonas, em Belém e em qualquer lugar do mundo… Dizer que o capixaba é um povo ruim? Desculpe quem falou mas ruim são seus pensamentos retrógrados!!!

    Curtir

  4. O Capixaba é mal educado, simples assim!!! E, isso não é apenas nos ponto comerciais!!! A falta de educação está nos bares, no trânsito, principalmente na buzina!!! Ohhhh Estado que ama uma buzina!! Quer um exemplo, o sinal abriu, o motorista na sua traseira nem espera você passar a primeira, e já buzina, ou um segundo após o sinal, e instantaneamente, beeeeemmmmmmm….
    Essa falta de educação é vista nas falas e nas atitudes, como por exemplo, a falta do bom dia?, boa tarde?, boa noite ou desculpa, não existe na linguagem capixaba…. E, a mania de contar vantagem, tipo, meu sobrinho mora na Italia, nos EUA, minha filha é médica, moro na praia do canto…. O capixaba tem uma mania constante e quase sufocante de contar vantagem, e isso em qualquer lugar….
    Apenas uma informação dificilmente quem vai morar fora é a pessoa que se deu bem na profissão, ou seja, simplesmente é quem não teve uma ascensão na carreira, e vai trabalhar em subemprego lá foraaaa…..Mas, para o Capixaba isso é vantagem, e enche a boca para enaltecer o filho que mora nos States ou a sobrinha que está na Australia!!!
    Para quem vem de fora (transferido de cidade por causa de trabalho, assim como eu) fica HORRORIZADO pela má hospitalidade, educação, falta de simplicidade e boa vontade dos locais!!! Fiquei pasmo como o turismo é precário e muito mal divulgado, mesmo o Estado sendo lindíssimo!!
    Nunca havia ouvido falar das Serras Capixabas, e as Dunas eu achava que já era Bahia, pois a propaganda é sempre pela boca dos baianos!!! E, os relatos abaixo apenas comprovam isso!!! Infelizmente, parece que o Capixaba não se incomoda, e essas atitudes vai continuar sim, sendo um Estado esquecido pelo restante do país, ou como a maioria fala, apenas passagem para a hospitaleira Bahia!!!

    Viva SP!!!

    Curtir

  5. Bem, como você gosta de saber como as pessoas chegaram ao seu blog, digo-lhe que foi por causa da minha visita neste final de semana à Santa Teresa onde conheci o restaurante Fabrício; bom demais, não é?
    Estávamos em três casais e um dos assuntos na mesa era o famigerado PAC… Sei que ele existe e tem gente que faz questão de empunhá-lo como se fosse uma bandeira, mas em Santa Teresa … Não sei se é a ligação e as várias idas na infância que me fazem pensar diferente. Lá o povo faz “gosto” com a chegada dos visitantes e nos restaurantes, bares e pousadas o atendimento é agradável e muito, muito cortês, bem diferente da capital.
    Torço, ansiosamente, que o PAC seja extinto, pois temos muitos lugares incríveis por aqui. Ontem, do alto da Rampa de Voo Livre e depois de ter jantado no Fabricio, eu tinha a nítida sensação de estar em algum outro lugar que não o ES, mas a plena certeza de estar num dos lugares mais encantadores que já visitei.
    Parabéns pelo blog, já salvei nos meus favoritos.

    Kleber

    Curtir

  6. Fico muito triste com esse comentários, porque geralmente as pessoal generalizam mesmo. Já tive altas discussões sobre esse assunto. E a primeira coisa que pergunto as pessoas que fazem esse comentário é: Porque então não volta para a sua terra que deve ser um paraíso? Onde só existem pessoas competentes, simpáticas e felizes. Porquê mesmo continua por aqui?
    Sou capixaba e com muito orgulho, vivi 18 anos fora e enquanto não voltei não fiquei feliz!! Existem pessoas incompetentes em qualquer lugar e vice versa, muitas vezes estamos sendo atendidos por pessoas de outro estado e por estarem aqui já falam que foram atendidos por capixabas.. Orgulho de ser Capixaba.!!!

    Curtir

Oba! Comentários são uma alegria!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s